Coisa de Fotógrafa
diferença entre câmera full frame e cropada

Qual a diferença entre câmera cropada e full frame?

diferença entre câmera full frame e cropada

Se você está começando agora na fotografia e está procurando um novo equipamento, com certeza já ouviu falar sobre as câmeras full frame e sobre câmeras com fator de crop.  Vários aspectos devem ser levados em conta nessa escolha. Os mais importantes para um fotógrafo com certeza são as características técnicas. Sendo assim, uma das questões que sempre surge durante essa escolha é sobre a diferença entre câmera cropada e  full frame.

É claro que aqui eu vou te dar todas as respostas que você precisa sobre esse assunto! Bora lá?

O que é o fator de corte?

Se você tem uma câmera digital, saiba que nela existe um sensor de imagem atuando mais ou menos como nossos olhos. Isso significa que esse sensor abre e fecha conforme clicamos, captando a luz do entorno e, assim, fazendo as fotos que nós desejamos.

Quando falamos sobre fator de corte, estamos falando sobre os resultados que o sensor de imagem de cada câmera nos fornece. Porque, na verdade, a existência ou não desse fator de corte é definido pelo tamanho do sensor da sua câmera.

É isso que vai determinar se sua câmera consegue capturar uma área maior ou menor da imagem que está sendo registrada por você. Ou seja, se existe ou não um fator de corte.

Quando sua câmera reduz a área que você deseja fotografar como se realmente cortasse um pedaço dela, existe um fator de corte – como acontece com a câmera cropada.

Por outro lado, se seu equipamento captura a imagem em toda sua expansão, esse fator de corte não existe – essa é a principal característica da câmera full frame.

A diferença entre câmera cropada e full frame

Agora que você entende o que é o fator de corte, fica mais fácil de entender que, na verdade, essa é a maior diferença entre câmera cropada e full frame.

Enquanto as câmeras full frame possuem sensores de 35mm e por isso fazem fotos mais amplas, as câmeras cropadas possuem sensores menores, chamados APS-C, e acabam fazendo fotos mais fechadas, onde literalmente uma área da imagem é cortada.

Isso significa que a diferença entre câmera cropada e full frame está principalmente na amplitude que elas conseguem captar das imagens, como é mostrado na foto abaixo:

sensor crop vs sensor full frame

É exatamente por esse motivo que os dois tipos de câmera recebem esses nomes. Full frame significa “quadro cheio” na tradução literal do inglês, enquanto crop significa “corte”.

No caso da câmera cropada, independente do tipo de lente que você use, ela vai continuar te fornecendo imagens de menor amplitude e abertura.

Mas, infelizmente, o tamanho do sensor e o fator de corte causado por ele não é a única diferença entre a câmera cropada e full frame.

As câmeras cropadas, que oferecem imagens de tamanho menor, também acabam por consequência gerando resultados com qualidade inferior se tratando de resolução. Afinal, com um sensor maior, há maior entrada de luz nas câmeras full frame.

Mas, afinal: câmera cropada ou full frame? Qual tipo de sensor devo escolher?

Quando falamos sobre a melhor escolha, precisamos levar em conta uma quantidade grande de fatores antes de tomar a decisão.

Isso porque mais do que a resolução ou o corte da imagem, é necessário considerar também seu orçamento. Além disso, existem outras características técnicas, seus objetivos com o equipamento e, claro, todas as vantagens e desvantagens de cada uma.

Devo lembrar também que nem sempre o modelo mais caro e atual é o melhor pra você ou será a solução dos seus problemas. 

O que mais importa é saber se seu equipamento atende suas necessidades, qual é a finalidade dele para sua fotografia e, mais do que tudo, entender como funciona para que você domine o que tem em mãos.

Esse aspecto é muito importante na formação de um fotógrafo realmente habilidoso, por isso que na Certificação Completa de Fotografia MOVE eu tenho um módulo completo falando apenas sobre equipamentos. Lá eu também falo sobre toda a parte técnica da fotografia (sem ser chata!).

Full frame: vantagens e desvantagens

São várias as vantagens de ter uma câmera full frame. A mais óbvia é que você não perde espaço de foto com uma câmera desse tipo.

Se você fotografa aniversários e acaba por diversas vezes lidando com a falta do espaço de recuo na hora do parabéns, a câmera full frame  fornece uma maior amplitude de imagem. Isso te ajudaria bastante com essa situação, por exemplo.

Além de ser livre do fator de corte, a qualidade das imagens é maior e o ruído é bem menor. Então, a resolução das fotos será superior.

Resumindo: ela capta um maior ângulo de imagem (livre do fator de corte), fornece maior qualidade e menos ruído, oferece mais opções de foco e capta melhor os detalhes.

Outra característica técnica é que elas suportam um ISO mais alto, já que o tamanho do sensor de imagem facilita a entrada de uma quantidade maior de luminosidade.

Só que uma das maiores desvantagens da câmera full frame está no preço delas, que variam a partir de 7 mil reais. Além de serem equipamentos maiores e mais pesados.

Sensor cropado: vantagens e desvantagens

É uma opção mais barata, muito importante para quem está começando. 

Dependendo do seu estilo de fotografia, a câmera cropada pode inclusive ser sua melhor opção. 

Por exemplo, fotógrafos de esportes ou de vida selvagem precisam de imagens mais aproximadas porque permanecem distantes do objeto fotografado.

Então, talvez seja muito mais interessante comprar uma câmera cropada. Ela vai te fornecer um resultado menos amplo e você pode usá-la em conjunto com as lentes teleobjetivas. Esse pode ser o combo perfeito.

Em contrapartida, para outros fotógrafos, esse fator de corte pode ser justamente a desvantagem.

A baixa qualidade e a maior quantidade de ruído também podem ser desvantagens desse tipo de câmera, mas ainda assim é uma opção que vai te dar inúmeras possibilidades.

Principalmente se você se dedicar a entender seu equipamento e aprender a dominá-lo, é super possível fazer fotos realmente boas com a câmera cropada.

Esse é um dos meus maiores objetivos com as aulas do MOVE: mostrar que você não precisa do equipamento mais caro e mais moderno quando entende as configurações da sua câmera e aprende como usufruir da melhor forma o que tem agora.

Clique aqui para conhecer a Certificação MOVE e fazer a sua inscrição!

Isis Castro

Isis Castro

Fotógrafa lifestyle de famílias e criadora do Coisa de Fotógrafa. Minha missão agora é compartilhar todos o conhecimento que adquiri e o que eu gostaria de te aprendido lá no início, incluindo erros e aprendizados.

Você também pode gostar

Mesmo que seja a melhor do mundo, uma câmera fotográfica não é nada sem um bom cartão de memória para armazenar as fotos que você faz com ela. Mas afinal, qual é o melhor cartão...

Hey! Tudo bem? Se você ainda não me conhece, eu sou Isis Castro, criadora do Coisa de Fotógrafa. Também sou fotógrafa de famílias e festas infantis já faz quase 10 anos. Hoje eu vou escrever...

Provavelmente você sabe que a lente 50mm é o xodó de muitos fotógrafos ou está percebendo que ela é a queridinha mas ainda não entendeu o porquê, né? Mas existem mesmo alguns motivos......

Se você está iniciando na fotografia e quer entender exatamente o que você precisa comprar pra começar, esse artigo é pra você! Você vai descobrir quais são os 7 equipamentos de fotografia para iniciantes. Bora...

Quer viver de fotografia?

Receba estratégias e segredos de bastidores direto no seu e-mail

Ao usar seu e-mail para receber nossa newsletter você declara que concorda com nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.
Nossa newsletter