Coisa de Fotógrafa
iso, diafragma e obturador
(Fonte: Unsplash)

ISO, diafragma e obturador: entenda de um jeito fácil!

iso, diafragma e obturador
(Fonte: Unsplash)

Neste artigo, vou simplificar pra você três elementos essenciais da fotografia: ISO, diafragma e obturador. 

Mesmo que pareçam termos técnicos muito complexos, eles são importantes e fundamentais para a nossa profissão. 

Vou falar de cada um deles de forma direta e simples, pra que você consiga compreender como esse trio pode aprimorar suas habilidades fotográficas. 

O que é ISO, diafragma e obturador?

ISO, diafragma e obturador são termos técnicos que todo fotógrafo precisa conhecer para dominar seus equipamentos e fazer boas fotos

Mas calma, eles não precisam ser complicados!

O que o ISO faz na câmera?

O ISO assume um papel de destaque porque é ele quem vai te permitir fotografar em condições de iluminação variadas.

No entanto, esse ajuste não deve ser feito na base do chute, principalmente porque precisa existir um equilíbrio entre a sensibilidade à luz e a qualidade da imagem.

Ao selecionar valores de ISO mais baixos, você está optando por uma sensibilidade menor à luz, o que é bom em ambientes bem iluminados. Isso vai trazer imagens mais nítidas, além de evitar granulação na foto.

Por outro lado, situações de baixa luminosidade podem fazer com que você precise elevar o ISO pra compensar a falta de luz disponível. Porém, é importante lembrar que o grande aumento de ISO também aumenta a possibilidade de ruído nas imagens.

sensibilidade do iso

O que é e qual a função do obturador?

O obturador controla o tempo em que o sensor da câmera fica aberto, exposto à luz. Quando você aperta o botão da câmera, o obturador abre e fecha, fazendo com que a luz entre e atinja o sensor da câmera.

As velocidades do obturador são medidas em frações de segundo, como 1/1000, 1/250 e assim por diante. Velocidades rápidas, como 1/1000, são ideais pra fotos em movimento com nitidez.

Por outro lado, velocidades lentas, como 1/30, permitem que o obturador fique aberto por mais tempo, e pegue todo o movimento que acontece ao longo desse período. Isso torna as fotos menos nítidas, criando um efeito tipo de “arrasto”, onde os objetos em movimento aparecem como flashes de luz.

Sabe aquelas fotos borradas de carros passando ou pessoas caminhando?

iso, diagrama e obturador

A escolha da velocidade do obturador não é apenas sobre congelar a ação ou não. Também é influenciada pelas condições de iluminação.

Em ambientes com muita luz, você pode usar velocidades mais rápidas para controlar a quantidade de luz que entra na câmera, evitando a superexposição já que o obturador vai fechar mais rápido.

Por outro lado, em ambientes com pouca luz, velocidades mais lentas podem ser necessárias para permitir que mais luz atinja o sensor e evitar a subexposição.

O que é abertura do diafragma na câmera?

A abertura do diafragma é representada através de valores conhecidos como f/stop (como f/2.8, f/8, f/16). Essa abertura também tem relação direta com a intensidade da luz: quanto menor o número, maior a abertura e maior a quantidade de luz capturada.

Enquanto isso, um número mais alto resulta em uma abertura menor e, por isso, permite a entrada de menos luz. Mas, assim como o ISO e o obturador, a influência da abertura do diafragma também não se limita só a essas questões de exposição.

abertura do diafragma

A abertura do diafragma também influencia a profundidade de campo. Isso se refere à área da sua foto que sai em desfoque.

Quanto menor o número, maior a abertura e ocorre um desfoque no plano de fundo, destacando o objeto principal da foto.

abertura do diafragma

Porém, quanto maior o número, menor é a abertura e o foco se estende para as áreas mais distantes da foto.

Percebe que compreender sobre a abertura do diafragma não se limita à luz, mas também à composição das suas fotos?

O que é triângulo de exposição?

O triângulo de exposição é representado pela interação desses três elementos: ISO, diafragma e obturador. Cada um deles exerce uma influência sobre os outros dois.

Por exemplo, em algumas situações, elevar o valor do ISO pra capturar mais luz pode desencadear a necessidade de ajustar o diafragma para regular a quantidade de luz que entra na câmera ou a velocidade do obturador para manter a exposição controlada.

Compreender essa relação é fundamental porque dominar o triângulo de exposição significa entender como ele afeta nosso resultado visual. 

Subexposição X Superexposição

Subexposição acontece quando uma foto fica escura demais por causa da quantidade insuficiente de luz que chega ao sensor da câmera. 

Por outro lado, a superexposição ocorre quando a imagem fica com aquele brilho estourado por causa do acúmulo de luz. 

Mexer no triângulo de exposição é a solução para evitar esses problemas.

Mexer só no ISO pode causar ruídos, a velocidade do seu obturador pode borrar suas fotos e a abertura do diafragma pode comprometer seu foco. Por isso, é importante trabalhar com equilíbrio entre esses três. 

É importante ir testando e entendendo onde um pode suprir o outro ou funcionar melhor em determinada situação.

Quais as configurações ideais para a sua câmera?

As configurações ideais podem variar dependendo da situação em que você está fotografando. 

Em ambientes onde a iluminação é baixa, aumentar o ISO pode ser necessário. No entanto, é importante se atentar pra não causar ruído indesejado nas fotos.

Por outro lado, quando você está fotografando em ambientes bem iluminados, escolher um ISO mais baixo e ajustar a abertura do diafragma pode ser eficaz. 

O ISO mais baixo, nessa situação, ajuda a manter a imagem mais limpa, enquanto ajustar o diafragma permite controlar a quantidade de luz e o foco.

Dominar esses elementos essenciais da fotografia vai te permitir fotografar sem medo em diversas condições. 

Para se aprofundar em mais técnicas de fotografia como esse e dominar seus equipamentos, você precisa estar na Certificação Completa de Fotografia MOVE

Você vai aprender a parte técnica de forma simples (sem ser nada chato!) e também vai ver como tudo isso funciona na prática.

Entre pro MOVE agora se você quer aprender comigo e me acompanhar de pertinho em diversos ensaios.

Isis Castro

Isis Castro

Fotógrafa lifestyle de famílias e criadora do Coisa de Fotógrafa. Minha missão agora é compartilhar todos o conhecimento que adquiri e o que eu gostaria de te aprendido lá no início, incluindo erros e aprendizados.

Você também pode gostar

Saída dos noivos, palmas na hora do parabéns, valsa da debutante… todos são movimentos espontâneos que precisam dos melhores resultados para as fotos! Talvez esses sejam os momentos mais temidos por um fotógrafo e sua...

Você já se pegou se perguntando como alguns fotógrafos conseguem deixar a foto mais amarelada ou ao contrário, com tons mais frios? Isso tem a ver com o balanço de branco das fotos! Sempre que...

Quem nunca ficou nervoso pensando que talvez aquela foto maravilhosa do ensaio não tenha ficado tão bem focada e nítida quanto merece? Esse é um treino eterno pra ter cada vez fotos melhores. Por isso,...

Eu sempre recebo milhares de mensagens de alunos e seguidores se queixando sobre a falta de criatividade pra novas ideias de fotos e poses nos ensaios. O tal do bloqueio criativo é bem normal, mas...

Quer viver de fotografia?

Receba estratégias e segredos de bastidores direto no seu e-mail

Ao usar seu e-mail para receber nossa newsletter você declara que concorda com nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.
Nossa newsletter