Coisa de Fotógrafa
construir confiança como fotógrafo

7 formas de construir confiança como fotógrafo

Eu sei que por algum motivo a gente acredita que existe um momento certo pra começar, ou que algo vai acontecer e a gente vai entender que ali está a deixa para entrar no mercado, e muitas vezes nós ficamos esperando ter mais confiança...

construir confiança como fotógrafoEu sei que por algum motivo a gente acredita que existe um momento certo pra começar, ou que algo vai acontecer e a gente vai entender que ali está a deixa para entrar no mercado, e muitas vezes nós ficamos esperando ter mais confiança, mas sem FAZER grandes coisas pra conquistar essa segurança. E então precisamos de momentos “hellooo, acorda!” para sair da inércia e correr atrás do que queremos.

Adquirir essa segurança como fotógrafo é um processo constante mas, no início da carreira, ter essa força é fundamental para conseguir dar os primeiros passos.

Por isso, separei 7 dicas essenciais para você construir confiança como fotógrafo e parar de esperar “o momento certo” que na verdade nunca chega se você ficar parado.

1 – Evite falar sobre isso com quem não entende

Alguém já deve ter te dado um conselho tipo: “Seria melhor você levar isso como um hobby”. Ou, se você não recebeu esse conselho, provavelmente alguém já pensou isso mas preferiu ficar quieto.

Um dos principais motivos para ficarmos inseguros e cheios de dúvidas se estamos no caminho certo é comentar com pessoas de fora desse “mundo” sobre nossas ideias e planos. Normalmente quem não entende a paixão pela fotografia tende a achar que viver de arte é loucura, que não dá certo, que é muito instável. Mas você está correndo atrás de conhecimento, se profissionalizando, montando toda uma estrutura pra fazer dar certo, vendo pessoas que conseguem viver disso… Então você sabe que pode não ser fácil, mas que também não é impossível.

Então, sempre tente conversar com pessoas que estão realmente dispostas a te incentivar, ao invés de jogar um balde de água fria nos seus planejamentos.

E eu sei que muitas vezes nossos próprios pais e amigos nos desanimam por querer o nosso bem, mas experimente falar menos sobre essas questões com eles, e conversar com pessoas que estão no mercado, participando de grupos e cursos (essa é outra forma… participando de workshops e grupos). Troque ideias com quem está no mesmo processo que você ou que já passaram dessa fase. Você vai ter novos olhares, ideias e conselhos, que vão mais te animar e dar forças, do que te trazer questionamentos e insegurança. 

2 – Action!

A única coisa que diferencia um iniciante de um super profissional é a prática.

As vivências, o conhecimento, a técnica, a agilidade, só são adquiridos com a ação. Quando você se coloca em movimento, em constante experiência, você aprende coisas novas e diferentes, e isso te torna cada vez melhor e mais preparado. Pratique estudando, fotografando, fazendo cursos, interagindo com outros fotógrafos.

Não existe um caminho secreto ou mágico para te transformar no fotógrafo que você quer ser. É a ação que vai te levar até outros níveis.

3 – Comece o seu portfólio

Em qualquer nível da fotografia sempre tem algo a mais que precisamos aprender, portanto, não espere até ter “tal nível” para começar a construir seu portfólio.

Estude sobre o seu estilo, pense em pessoas e lugares que você gostaria de fotografar, tenha referências e então: fotografe. Essas primeiras fotos vão ser o seu ponta pé inicial, o início do seu caminho como fotógrafo.

4 – Ninguém no mundo fotografa como você

Seu olhar, sua forma de pensar e a sua história te tornaram hoje em uma pessoa ÚNICA, certo? Isso se aplica também à fotografia.

Da mesma maneira que você não consegue ser igual ao tal fotógrafo, ninguém pode ser como você também. Portanto, deixe fluir o que VOCÊ tem de melhor. Entenda os seus gostos, o seu estilo fotográfico, deixe suas ideias fluírem, busque inspirações vindas de dentro e, dessa maneira, você poderá trazer algo único pro mercado da fotografia, mostrando o que só você enxerga e sente.

5 – Perca o medo do não

Convide pessoas para fotografar. Tente parcerias com fornecedores. Entre em contato com espaços que você não sabe se pode fotografar, mas tem vontade. Mande aquele email pedindo ajuda.

Cada “não” vai ter muito a te ensinar e, entre várias tentativas, um “sim” pode dar início à algo grandioso.

6 – O melhor equipamento é o que você pode ter agora

Eu sei,  eu sei… Sempre tem algo que precisamos comprar! Uma lente melhor, uma câmera melhor, etc. Mas você tem 2 opções: Ou ficar reclamando e esperando até o dia que você tiver dinheiro pra comprar coisas melhores, pra aí então quem sabe começar a praticar e fazer coisas bonitas, ou seguir o meu melhor conselho nesse post: aprenda a dominar o equipamento que você tem HOJE, pois sabendo extrair o melhor dele, você evolui com seu trabalho e entra em um ciclo mais ou menos assim:

Evolução na qualidade fotográfica > clientes interessados no que você faz > mais trabalhos, logo, mais dinheiro > upgrade de equipamento > evolução na qualidade fotográfica > (…)

Ao entrar nesse ciclo, quando você faz o upgrade de equipamento você já domina muuuuito mais a técnica porque “apanhou” pra conseguir se virar com o que tinha antes, e o seu trabalho vai ser incrível por todas as milhares de coisas que testou e aprendeu nesse caminho.

7 – Assuma a fotografia como profissão

Quando te perguntarem o que você faz diga que é fotógrafo sem medo! Sem ter receio do que os outros vão dizer. Assuma isso como sua profissão e fale disso com orgulho.

Se você continuar enxergando seu trabalho com algum tipo de vergonha, nunca vai se desbloquear para viver disso. E todos que quiserem, de alguma maneira, te desmerecer por isso vão conseguir, porque você está cabisbaixo e inseguro… Logo, se nem você tiver confiança para “bater no peito” e dizer que é fotógrafo, como pode esperar credibilidade e confiança dos outros?

Assuma primeiro para você mesmo que a fotografia não é uma brincadeira, uma modinha que você entrou, e sim a sua paixão, o seu TRABALHO.

Eu tenho um Workshop que organizo todo ano chamado Workshop Fotografia Como Negócio, que é 100% online e gratuito, e pode te ajudar bastante nesse processo de ter a fotografia como profissão, viver de fotografia de verdade. Você pode saber mais sobre isso aqui nesse link. =)

construir confiança como fotógrafoÉ difícil associar tudo de primeira, mas entendendo esses 7 passos e começando a agir, planejando seus primeiros trabalhos e os próximos passos, tudo vai começar a fluir de maneira mais leve, com menos pressão e você também vai começar a ver mudanças e resultados.

Me conta aqui nos comentários quais atitudes você tem tomado hoje para ganhar mais confiança como fotógrafo? Pode ser algum livro que te ajudou, ou algo que você fez ou aprendeu… Quero muito saber!

Beijos,
Isis

Isis Castro

Isis Castro

Fotógrafa lifestyle de famílias e criadora do Coisa de Fotógrafa. Minha missão agora é compartilhar todos o conhecimento que adquiri e o que eu gostaria de te aprendido lá no início, incluindo erros e aprendizados.

Você também pode gostar

Em uma época cheia de referências, ideias, acesso fácil a sites e redes sociais de fotógrafos do mundo inteiro, fica até difícil definir o que a gente realmente quer pro nosso trabalho, não é? De...

  E aí, você precisa fazer faculdade de fotografia? Eu recebo muuuitos e-mails com essa pergunta. A maioria das pessoas não sabe disso, mas eu fiz faculdade! Eu fiz na Estácio, aqui do Rio de...

Procurar um curso de fotografia online tem dois lados. Se por um lado temos diversas opções e possibilidades na internet, por outro temos o desafio da escolha entre tantas informações. Apenas uma coisa é certa...

Muitas pessoas me perguntam como eu comecei em fotografia, e quando eu conto vejo que muitos se identificam com a minha história. Eu sempre gostei de fotografia, fazia foto o dia inteiro com as minhas...

Quer viver de fotografia?

Receba estratégias e segredos de bastidores direto no seu e-mail

Ao usar seu e-mail para receber nossa newsletter você declara que concorda com nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.
Nossa newsletter