Como fotografar festa infantil? 7 dicas que vão te ajudar

fotografando festa infantil decoração

Desde quando comecei a falar sobre fotografia na internet, essa é uma das principais dúvidas técnicas que eu recebo: “Como fotografar festa infantil?

Por isso, eu reuni neste artigo as 7 principais recomendações que eu dou para quem arrasar nos eventos infantis.

Qual melhor lente para fotografar festa infantil?

Por que esse detalhe é tão importante? Porque em eventos em geral, especialmente em festa infantil, as pessoas ficam à vontade, entram na frente da câmera (mesmo sem querer),  e na hora do parabéns, por exemplo, a gente fica mais afastada da mesa e tem pouquíssimo tempo para fazer dar certo. 

Então, eu gosto de trabalhar com uma lente normal e uma grande angular boa pra ter uma lente aberta e mais clara para esses momentos.

Uma 50mm e uma outra grande angular (pode ser 28mm, que tem um bom custo-benefício, ou 14-24mm). Quem tiver possibilidade de investir um pouco mais, tem ainda a 35mm, 24-70, 16-35mm….

Se o dinheiro não der pra investir em duas lentes agora, você pode continuar com a lente do kit que é aberta, e investir em uma 35 ou 50mm.

Se preferir usar o zoom, uma lente que já engloba tudo é a 24-70mm, permitindo fotos mais abertas e também de detalhes.

Como usar flash em festa infantil?

Não existe uma configuração única para festa infantil, porque tudo vai depender da iluminação do local, se a luz vai ser apagada ou não, se a mesa do bolo tem algum ponto de luz, vela de faísca… são informações que você tem que conciliar com todos os detalhes e pessoas em movimento.  

Então, é importante estar preparado pra mudar de configuração quando apagam a luz na hora do parabéns, por exemplo. Quando é assim, em questão de segundos você tem que configurar a câmera de acordo com a luz da mesa e aumentar a potência do flash para que a foto não suma. 

Vá preparado: se apagarem a luz, você já sabe que tem que o diminuir a velocidade (para as palmas não saírem borradas), abrir mais o diafragma, aumentar o ISO e/ ou a potência do flash.

Outra coisa importante é conferir sempre a pilha do flash que você está usando, para saber se ela aguenta uma potência mais alta.

Qual o tempo de cobertura ideal em festa infantil?

Uma das principais dúvidas de como fotografar uma festa infantil é o tempo de cobertura. Aqui no Rio de Janeiro, os aniversários costumam durar umas 4 horas, então esse é o meu limite. Acima disso já é hora extra. Lembrando que tudo isso deve estar bem claro no contrato!

Assim como eu, vejo muitos fotógrafos fazendo de 3 a 4 horas. Assim, depois do parabéns, que normalmente é na 3ª hora e meia de evento, você já pode perguntar aos pais se eles querem foto com mais alguém e, se estiver tudo certinho, você já pode encerrar por ali.

Recomendo que você baseie seu orçamento no tempo de cobertura, justamente porque cada trabalho vai ter suas peculiaridades. Eu, Isis, cobro por hora, não por quantidade de foto. 

Tem festa de 2 horas que é agitada e rende muita foto, e tem festa de 4 horas que é super devagar, o bebê dorme, os convidados ficam sentados conversando. Então é arriscado cobrar por número de fotos. O importante é você conseguir registrar tudo

Converse com a cliente, coloque seus parâmetros e deixe tudo registrado em contrato para não ter reclamação depois!

Como fotografar festa infantil? 7 dicas que vão te ajudar!

Dá só uma olhada nessas 7 dicas que preparei pra te ajudar a fotografar festas infantis:

1. Chegue com antecedência

Em qualquer evento, mas principalmente na festa infantil, é primordial chegar com alguns minutos de antecedência para registrar detalhes e decoração antes que o aniversário realmente comece. 

Fazendo isso com calma e sem a agitação dos convidados, você vai estar livre para pegar a surpresa da criança quando ela chegar, as primeiras reações, para onde ela foi primeiro, a felicidade da família e as fotos protocolares.

Esse tempo de antecedência vai de fotógrafo para fotógrafo e com o que foi combinado com a cliente. Pra mim, 20 minutos antes são suficientes para fotografar decoração com calma e me entender com a luz do espaço, que também é super importante.

2. Seja proativo

como fotografar festa infantil

Você vai perceber a diferença nas próprias fotos quando você se colocar em movimento e for proativo. Não fique esperando a cliente falar, nem no canto esperando as coisas acontecerem. Vai pro meio da festa, participa como se você fosse uma criança também. 

Dessa forma, você com certeza vai conseguir fotos melhores, composições, expressões e ângulos melhores, porque você está inserido naquela brincadeira. Está vendo que tem uma avó fofa por perto, vai lá com a criança, incentiva a dar um beijinho na avó ou então chama os pais, peça que eles participem também, façam alguma brincadeira…

Assim você diminui o risco de perder momentos importantes. Aqueles que até você chegar, configurar a câmera e preparar a luz… acabou o timing. Então, quando você está inserido na festa, fica muito mais fácil garantir aquela foto.

3. Entenda as diferenças de idade

Para se conectar com a criança, é muito importante que você conheça o desenvolvimento de cada idade. A reação de um bebê chegando pro aniversário de 1 aninho é completamente diferente da reação de uma criança de 5 anos que vai chegar na festa com o tema que ela mesma escolheu.

Uma criança maior já vai sair correndo, a menorzinha ainda vai ficar no colo dos pais, geralmente fica com sono logo depois. Aquela criança com seus 8 anos já pode até implicar com você, com os amigos… então sabendo disso, você consegue se programar melhor para os tipos de fotos que você deve fazer, a ordem e o ritmo para cada uma delas.  

4. Você não precisa fotografar todos os convidados!

O primeiro ponto é que você, como fotógrafo contratado, não é obrigado a saber quem são as pessoas importantes da festa. Eu sempre deixo claro nos meus contratos que é responsabilidade da cliente me mostrar quem são essas pessoas.

Aí sim a gente consegue ter mais domínio da situação e proatividade de convidar alguém para as fotos, caso a cliente esqueça.

Com essa “lista” em mãos, você fica mais seguro e sai da obrigação e da preocupação de ter que fotografar tooodos os convidados em detalhes. Se for uma festa pequena, de até 40 pessoas, geralmente, aquelas fotos em volta das mesas são suficientes.

5. Organize as etapas

Para não correr o risco de perder algum detalhe e a cliente sentir falta de algo, eu normalmente tento identificar uma lógica, ou uma ordem de elementos e espaços no local da festa. Recomendo que você faça o mesmo, já no início do evento.

Além das fotos protocolares, combinadas com a cliente, eu olho a disposição das mesas, por exemplo, para definir uma ordem de takes dos convidados, que mesmo se a mesa estiver vazia, com as pessoas circulando, eu vou saber o que falta fazer. 

Também dou preferência à família e aos convidados mais importantes primeiro, fotografando assim que eles chegam, depois os bebês e os mais idosos, que cansam mais rápido.  Com um cronograma certinho, você se organiza e poupa os convidados daquela sessão demorada de fotos na mesa do bolo.

6. Fique de olho nas fotos em grupo! 

Quanto mais gente numa foto, maior é a chance de alguém sair desfocado, fora a dificuldade para manter todo mundo quieto hahaha

Isso acontece bastante em eventos assim, né? Então, como fotografar festa infantil nesses casos?

Essa é uma questão mais técnica: você precisa ficar de olho no diafragma. Para que uma foto com muitas pessoas fique perfeita e com foco, você precisa de um diafragma um pouquinho menor e mais fechado. 

Com a lente de 50 milímetros, por exemplo, o diafragma mínimo é de 1.4 e na 28 mm, 1.8, mas às vezes eu consigo ampliar até 3.5. Quanto mais gente tiver, maior é esse número do diafragma, porque eu consigo mais essas camadas de foco. Aqui nesse vídeo eu explico em mais detalhes essa parte técnica. 

7. Tome cuidado na hora do parabéns

isis fotografando festa infantil

Fotografar a hora do parabéns é o terror do fotógrafo de festa infantil! A luz apaga, tem aqueles bolos enormes, as crianças na frente, uma loucura. Hahaha

Então, peça para a cliente te avisar com um pouquinho de antecedência, para que você se posicione antes de todo mundo e tenha tempo de conferir bateria, cartão de memória, pilha do flash e testar as configurações da câmera. 

E qual é a melhor posicionamento, Isis?

Normalmente, o melhor local é na frente do bolo, onde você pode se movimentar e fazer vários enquadramentos, inclusive pegando fotos de cima e as laterais, principalmente quando o bolo é muito alto. Se movimente para que as fotos não fiquem todas iguais.

Apesar do tempo curto, é muita coisa para prestar atenção, né? 

Só a prática vai te dar mais tranquilidade nesses momentos, a ponto de ficar natural para você. 

Agora, se você quiser dominar todas essas técnicas de direção e composição de fotos, tanto para eventos quanto para ensaios, o MOVE é o curso online perfeito para você. Além das aulas teóricas, o MOVE é uma certificação completa baseada em muita prática de direção e edição, para te dar a segurança necessária na hora de fotografar.

Clique aqui para conhecer a Certificação de Fotografia MOVE.

Compartilhe

Deixe seu comentário

QUER CLIENTES TODOS OS MESES NA SUA FOTOGRAFIA?
INSCREVA-SE PARA RECEBER MINHA AJUDA: