As 12 melhores técnicas de fotografia para elevar o nível do seu trabalho

Uma mulher está em pé, com a câmera na mão e fazendo o clique de uma foto para mostrar suas técnicas de fotografia.

Eu sempre recebo milhares de mensagens de alunos e seguidores se queixando sobre a falta de criatividade pra novas ideias de fotos e poses nos ensaios. O tal do bloqueio criativo é bem normal, mas existem várias técnicas de fotografia pra aprender a lidar com ele. O que muitos fotógrafos esquecem é que não são só as poses que definem uma boa foto. 

Outras técnicas de fotografia podem transformar aquela foto que seria normal em uma fotografia incrível e muito profissional, mesmo que você não tenha a melhor câmera do mundo.

São técnicas de enquadramento, composição e estética que, além de melhorarem e diversificarem suas fotos, expandem seu repertório e treinam o seu olhar para as oportunidades que você pode aproveitar.

Olhar, sensibilidade e técnica formam o combo de sucesso pra todo fotógrafo profissional!

12 técnicas de fotografia profissional

Separei 12 técnicas de fotografia numa lista interessante pra você recorrer quando entrar muito no automático e quiser sair um pouco da rotina. A maioria não exige equipamentos caros e nem cenários excepcionais. 

Seja você amador, iniciante ou profissional, essas técnicas, quando bem usadas, vão dar um toque a mais no seu trabalho e elevar o nível das suas fotos. Nem todas se aplicam a todos os estilos, mas é sempre bom conhecer as possibilidades para identificá-las e, quem sabe, poder utilizar algumas técnicas num estilo novo que você queira se aventurar.

1. Efeito Bokeh

Talvez você não esteja ligando o nome à imagem, mas aposto que você já viu o efeito causado por essa técnica de fotografia! O Bokeh vem do japonês “Boke“, que significa desfoque em português. Mas não se resume a isso. Sabe aquela foto linda, com pequenos pontos de luz no fundo? 

É isso! Um desfoque em forma de disco feito pelas luzes ao fundo da imagem.

Pra conseguir esse efeito, é bom utilizar lentes fixas por conta da profundidade e da abertura maior do diafragma. Depois é só focar no objeto e desfocar o fundo, inclusive e principalmente as fontes de iluminação, para que elas fiquem redondinhas na imagem.

Casal está abraçado, encostando testa com testa e sorrindo um para o outro

2. Contraluz

Ahh, essa é uma das técnicas de fotografia mais simples, clássicas e versáteis, pois podem ser feitas na luz natural, artificial, em ambientes fechados ou em estúdios.

Além do básico contraluz no nascer ou no pôr do sol, eu também uso muito em ensaios em casa, posicionando as pessoas perto das janelas com cortinas fechadas, tipo aquelas branquinhas de voil, sabe? Fica tão bom que hoje existem até Led Windows que imitam janelas, acredita? São uma boa opção para quem só trabalha em estúdio.

Independentemente de onde você vai utilizar o contraluz, é importante fazer a fotometria com atenção para não estourar o fundo nem escurecer a imagem inteira.

A luz te dá todos os elementos. Pra você só resta o cuidado técnico e a criatividade pra explorar tudo isso na hora de posicionar o cliente e captar as melhores fotos. 

mãe e pai estão segurando seu bebê. O pai está beijando a testa da mãe e a mãe está olhando para seu filho.

3. Light Painting

A tradução literal dessa técnica de fotografia significa pintura de luz. O nome já diz quase tudo sobre ela, né? A ideia é usar uma fonte de luz como um pincel para “pintar” a foto. O desafio é fazer exatamente isso no momento do clique!

Por isso que raramente esse efeito aparece por acaso nas fotos, em cliques espontâneos. O Light Painting exige planejamento pra dar certo. Muitos fotógrafos utilizam uma lanterna em fundos escuros, para as luzes aparecerem bem nitidamente.

É uma técnica de fotografia que dá um ar mais artístico à foto, sabe? Por isso que precisa ter planejamento, determinação e muito treino! Pra fazer o light painting e pegar os movimentos certinhos da luz, você vai precisar trabalhar com uma velocidade mais baixa do obturador.

técnica de fotografia light painting

4. Golden Hour

Sua câmera vai ser mera coadjuvante perto dessa luz dourada mais linda, proporcionada pelo melhor ângulo do sol. É aquele momento em que ele tá mais baixinho e os raios não refletem diretamente na pessoa, deixando uma luz incrível no cenário inteiro.

Essa técnica de fotografia é conhecida até como Luz de Janela, porque a hora dourada rende tons mais quentes e suaves que deixam as sombras menos aparentes.

A posição do sol varia de acordo com o local, a estação do ano e até a quantidade de nuvens. Mas geralmente a Golden Hour acontece logo depois do nascer do sol e na última hora antes dele se pôr.

São intervalos curtinhos de tempo, então clique o máximo que puder pra conseguir aproveitar essa luz perfeita!

um menino está sorrindo para a câmera, enquanto a luz do sol dourada reflete em seu rosto

5. Lens Flare

Essa técnica de fotografia tem um nome chique, mas é super simples, muito utilizada e surgiu por causa de um erro! Então fique atento porque ela pode melhorar ou estragar sua foto.

Sabe aquele círculo de luz que reflete na lente e aparece na imagem? Isso é o Lens Flare! Você, inclusive, já deve ter conseguido esse efeito sem querer, mas se for intencional, você precisa saber enquadrar direitinho a fonte de luz no canto do quadro pra que os raios reflitam nas bordas da lente.

mãe segura sua filha no colo no alto. Ao fundo, está um pôr do sol bem dourado.

6. Longa exposição

A longa exposição pode ser usada tanto pro Light Painting quanto pra fazer aquelas imagens do céu, fotos noturnas e pra registrar um objeto ou pessoa parada, em um fundo em constante movimento, sem que a foto fique borrada

Esse efeito é atingido quando a gente deixa o obturador aberto por mais tempo que o normal pra conseguir capturar os movimentos. Só que, com a velocidade bem mais baixa, qualquer manipulação na câmera, até o clique no botão, pode deixar a foto mega tremida. É importante (quase obrigatório) utilizar o tripé pra garantir a estabilidade que essa técnica de fotografia exige. 

Outro cuidado é em relação à iluminação, já que baixas velocidades permitem a entrada maior de luz. Então, fica de olho nas configurações pra foto não ficar muito clara. O ISO mais baixo e o diafragma bem fechadinho vão te ajudar nisso.

casal está se beijando enquanto um trem passa por trás em movimento.

7. Panning

Essa é uma técnica de fotografia que pode parecer mais complicada de fazer, e é normal não conseguir na primeira tentativa, mas com treino e paciência você chega lá. 

O Panning demanda velocidade baixa, mão firme e muuita concentração para acompanhar o objeto ou a pessoa na mesma velocidade e direção do movimento e fazer com que, na imagem, ele fique imóvel e o fundo passe a sensação de velocidade.Passáros voando, representando técnicas de fotografia

Esse efeito é muito comum em fotografia de esportes e animais, mas também pode ser muito bem explorada para dar um toque de modernidade e movimento em ensaios lifestyle. Já pensou que lindo? 

Técnicas de fotografia: formas criativas de enquadrar suas fotos

Para ser um fotógrafo de sucesso, é muito importante dominar as técnicas fundamentais da fotografia, principalmente as técnicas de composição, como essas que veremos a seguir.

Na fotografia, a composição é a combinação estratégica e intencional de elementos dentro da cena para que a atenção seja direcionada pra onde você deseja.

8. Regra dos terços

Essa regra na verdade é uma sugestão para “organizar” os elementos da foto, pra que ela fique mais harmônica. Para utilizar essa técnica de fotografia, basta dividir a tela mentalmente em nove partes e enquadrar o elemento principal em um dos quatro pontos centrais. 

Na verdade, até algumas câmeras de smartphones já têm esse recurso. Mas a ideia geral é, em vez de seguir o instinto de centralizar o foco principal, posicionar esse elemento onde as linhas de grade se cruzam.

Alguns estudos mostram que esses quatro pontos centrais são os primeiros que os olhos alcançam. Então, o que estiver nessa área chama mais atenção, promovendo uma composição que valoriza a foto como um todo.

Se você enquadrar uma pessoa olhando o pôr do sol na linha vertical à esquerda ou à direita do centro, por exemplo, terá uma foto muito mais bonita e harmônica, pois ela está direcionada para a maior área do quadro.

foto exemplificando a técnica de fotografia regra dos terços

9. Quadro dentro de um quadro

Essa técnica de fotografia se resume a criar uma “moldura” na foto com os próprios elementos do cenário. Os melhores quadros são os que a gente encontra por acaso… Arcos, túneis, janelas, pedras, galhos e qualquer outro detalhe da paisagem podem fazer esse efeito. 

É uma técnica muito legal pra diversificar as fotos do seu ensaio e deixá-las mais atraentes. Qualquer elemento natural ou arquitetônico que delimite a imagem ao fundo pode dar essa sensação de moldura, valorizando e chamando a atenção para o que está dentro do quadro. 

foto da janela

10. Linhas

Linhas contínuas são as maiores condutoras de atenção que existem! Elas podem ser estradas, pistas, padrões, caminhos, edifícios e até paredes. O importante é que elas apontem para o assunto que você quer destacar, pois isso vai influenciar na maneira que sua foto é vista. 

Para utilizar essa técnica de fotografia, você precisa analisar o ambiente e escolher ângulos onde é possível identificar essas linhas, sejam elas retas, curvas, horizontais ou verticais. Bem utilizadas, as linhas vão valorizar seu foco principal, conduzindo o olhar e deixando a foto mais atrativa e bonita.

uma mãe grávada olha para sua barriga

11. Camadas

Separar mentalmente os objetos da cena em camadas vai te ajudar a executar uma das técnicas mais comuns e eficazes de fotografia: o desfoque. É aquele momento em que você para e analisa se vai desfocar ou deixar bem nítido o que está na frente, no meio ou ao fundo. 

Mas não é apenas isso. Você deve considerar usar as camadas sempre que quiser dar a sensação de profundidade na foto. Para isso, você pode incluir outros elementos no cenário a distâncias diferentes em relação à câmera.

12. Meio a meio

Essa é uma técnica de composição muuuuito simples pra diversificar as fotos de um ensaio, por exemplo. Basta criar uma divisão na foto, criando um contraste nítido entre algum elemento e o objeto principal da imagem. Elementos da locação, como prédios, paredes e outros detalhes de arquitetura contribuem muito na hora de criar esse efeito.

Casal a beira do mar

Percebe como, tanto na estética quanto na composição, a aplicação de técnicas de fotografia depende muito da sua criatividade e forma de ver o mundo? Então a regra número 1 para dominar as técnicas é apurar o seu olhar. E isso é algo treinável, assim como a criatividade.

Muitos conteúdos e cursos aí pela internet vão te ajudar a entender e praticar cada técnica, mas poucos te ensinam a abrir e fortalecer seu lado artístico e criativo. Aqui no Blog Coisa de Fotógrafa você também consegue descobrir os principais pontos a se considerar na hora de escolher o melhor curso de fotografia online, perfeito pro seu momento atual.

Compartilhe

Deixe seu comentário

QUER CLIENTES TODOS OS MESES NA SUA FOTOGRAFIA?
INSCREVA-SE PARA RECEBER MINHA AJUDA: